Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Escola com partido

Equipe BR Político

Em seu artigo nesta quarta-feira, 27, o colunista Merval Pereira aponta que está tudo errado na “sugestão” do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez. Para ele, a indicação de que as escolas coloquem seus alunos para cantar o hino indica que o governo quer adotar a mesma partidarização que tanto denunciou. Só mudaram de partido.

“Segundo especialistas, são a autonomia e a liberdade do ensino que estão em jogo, e sem isso não existe aprendizado, existe controle mental, o que é bem grave do ponto de vista, inclusive, legal”, escreveu no Globo.