Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Espaço para os forasteiros

Luiza Pollo

A vontade de renovação política por parte da sociedade briga atualmente com a insistência da classe política de manter tudo como está e não sair do poder. Entre essas duas forças opostas, um ‘forasteiro’ tem grandes chances na eleição presidencial, opina o cientista político Octavio Amorim, da FGV-Rio, em entrevista ao Valor.

No entanto, pode ser difícil para um ou uma presidente “de fora” operar com um Congresso dominado pelo centrão, de partidos herdeiros da Arena da década de 1970.

Tudo o que sabemos sobre:

Eleições 2018