Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Estou surfando em águas havaianas’

Equipe BR Político

O advogado que defende o agressor confesso da facada em Jair Bolsonaro disse ao Estadão estar tranquilo após a Polícia Federal cumprir mandado de busca e apreensão em seu escritório. “Estou surfando em águas havaianas (…) O que eles querem saber é se foi o Lula que pagou a defesa, se foi o PSOL, o Jean Willys”, afirmou Zanone Manuel de Oliveira Júnior.

Segundo ele, o pior foi terem levado seu celular. “Ali tem a intimidade de mais de mil pessoas que escolheram o meu escritório, inclusive policiais, promotores. A partir de agora qualquer juiz vai tomar telefone de advogado no momento que quiser, até dentro do fórum. Isso é um risco para o direito de defesa de qualquer pessoa”, acrescentou.