Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Evangélicos buscam espaço como consultores da ONU

Equipe BR Político

O Comitê da ONU sobre ONGs abriu espaço na agenda para receber a Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure) a partir do dia 20, informa o blog do jornalista Jamil Chade. A entidade pleiteia o status de consultores das Nações Unidas com permissão para discursar em reuniões oficiais, organizar debates e dar depoimentos ligados a direitos humanos, sexualidade e outros temas de política externa. A iniciativa da associação, aliada do Palácio do Planalto, está inserida no contexto da atual pressão nacional e internacional contra casos de violações de direitos humanos no Brasil ao mesmo tempo em que o Ministério das Relações Exteriores tenta emplacar uma narrativa de defesa da soberania nacional e de valores conservadores nos costumes. O presidente da Anajure, Uziel Santana, afirmou ao blog que a demanda da entidade não está relacionada a maior ou menor alinhamento dela ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

Tudo o que sabemos sobre:

ONUAnajure