Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ex-assessor de Flávio é acusado de agressão

Equipe BR Político

Um ex-assessor do ex-deputado estadual, hoje senador, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o policial militar Marcos de Freitas Domingos é acusado de agredir um empresário carioca ao cobrar uma suposta dívida de R$ 50 mil. Esse mesmo PM é suspeito também de outras duas ocorrências (desvio de energia elétrica e delito ambiental). O assunto entrou na lista dos mais comentado do Twitter brasileiro na manhã deste sábado,1. Domingos é um dos 70 assessores e ex-assessores do gabinete do filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que tiveram seus sigilos quebrados por ordem da Justiça do Rio.

O militar foi desligado do gabinete do hoje senador em 15 de outubro passado, mesmo dia da exoneração de Fabrício Queiroz, pivô dessa investigação da Promotoria e amigo do presidente. Em nota, a assessoria de Flávio Bolsonaro informou que Domingos foi funcionário no gabinete da Assembleia por dois anos e era qualificado para a função. Disse que os supostos atos cometidos por ele, fora do expediente, eram de responsabilidade dele e que somente Domingos pode responder por essas ações. O advogado do PM disse que seu cliente “tem ficha limpa, impecável” e que “nunca teve nenhum problema dessa natureza”, informou a Folha.