Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ex-ministro da Educação defende adiamento do Enem

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O ex-ministro da Educação Mendonça Filho avalia que não existe condição de se manter o calendário previsto para realizar o Enem deste ano. O Enem está marcado para novembro.

“O Enem 2020 tem que ser adiado. O calendário escolar está comprometido pela crise do coronavirus no Brasil e nos países afetados pela pandemia”, diz Mendonça, que foi ministro da Educação no governo de Michel Temer.

O ex-ministro da Educação Mendonça Filho

O ex-ministro da Educação Mendonça Filho Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

“É fundamental garantir condições de igualdade e equidade para todos os jovens, sejam de escolas públicas ou privadas. Nem todos alunos têm estrutura para estudar em casa com atividades online”, avalia.

“A sociedade está mobilizada pelo adiamento do Enem. Não adianta manter um calendário de aplicação de provas do Enem sem considerar a solução melhor para os jovens”, defende Mendonça.