Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ex-ministro quer punição também para Bolsonaro

Gustavo Zucchi

Para Marcelo Calero (Cidadania-RJ), que brevemente controlou a pasta da Cultura durante o governo de Michel Temer (MDB), a demissão de Roberto Alvim do secretaria não é suficiente. Ele lembra que na última quinta-feira, 16, no mesmo dia da publicação de Alvim remetendo ao discurso nazista, o presidente ofendeu racialmente a jornalista Thaís Oyama, autora de um livro sobre o 1º ano de governo.

“Da mesma forma como Hitler, Bolsonaro incentiva a divisão da sociedade, valendo-se, inclusive, de recortes raciais para perseguir inimigos”, escreveu Calero. “Ambos precisam ser responsabilizados e punidos. Alvim precisa perder o cargo imediatamente. E Bolsonaro precisa responder por racismo. Não podemos “deixar pra lá”. O discurso totalitário se firma justamente na omissão dos justos.”