Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ex-procurador cita tentativa de mandar caso Queiroz para a Justiça eleitoral

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O procurador regional da República aposentado Carlos Fernando dos Santos, ex-integrante da força-tarefa da Lava Jato, levantou a possibilidade de a defesa do senador Flávio Bolsonaro tentar mandar as investigações das rachadinhas, hoje a cargo do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro, para a Justiça Eleitoral. Em reação à prisão de seu ex-assessor Fabrício Queiroz nesta manhã de quinta, 18, o parlamentar argumentou que “em 16 anos como deputado no Rio nunca houve uma vírgula contra mim. Bastou o Presidente Bolsonaro se eleger para mudar tudo! O jogo é bruto”.

O ex-procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos

O ex-procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Foto: Rodolfo Buhrer

No Facebook, Carlos escreveu: “Toda defesa de político investigado por corrupção é sempre a mesma. Só falta ele dizer que rachadinha era para fazer dinheiro para campanhas eleitorais e tentar mandar tudo para a justiça eleitoral”.