Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Expectativas com o novo PGR

Equipe BR Político

O novo procurador-geral da República, Augusto Aras, demonstrou em sua sabatina na quarta-feira, 26, no Senado que agirá como “fiscal da lei”, principalmente no que se refere a excessos em operações como a Lava Jato. A nomeação de Aras ao cargo foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) na noite de ontem, horas após a aprovação de seu nome pelo plenário do Senado, por 68 votos a 10.

Aos senadores, destacou a “existência de um sistema contaminado por fisiologismo, clientelismo e o toma lá, dá cá’, no próprio Ministério Público, já demonstra que podemos esperar mudanças nos ‘holofotes’, que tanto serviram aos integrantes da Lava Jato“, registra a análise do professor de Direito Constitucional da PUC-SP Claudio Langroiva Pereira no Estadão.

Essa é uma das posturas de Aras que faz com que a chamada esquerda tenha uma expectativa positiva com o novo procurador, que toma posse em Brasília na manhã desta quinta-feira, 26. Na área criminal, de acordo com o senador Humberto Costa (PT-PE), o esperado é que o novo PGR “faça mudanças significativas”. Já na pauta dos costumes, o petismo e seus aliados não esperam avanços. Para Costa, “nesse aspecto, ele não vai fazer diferença”, disse à Coluna Direto da Fonte.

Tudo o que sabemos sobre:

Augusto ArasPGR