Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

FAB mantém silêncio sobre procedimento de segurança

Equipe BR Político

Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 27, o porta-voz da Força Aérea Brasileira (FAB), major aviador Daniel Rodrigues Oliveira, preferiu não detalhar quais procedimentos de segurança o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues teria passado para conseguir embarcar em um avião com 39 kg de cocaína. O porta-voz preferiu se limitar a dizer que existem “protocolos” mas que “o fato em si é objeto da investigação e corre sob sigilo”. “Existe um controle dos tripulantes e das bagagens”, afirmou. “Nos voos da FAB, em geral, de certa forma, existem procedimentos. Vai depender da infraestrutura de cada aeroporto onde vai ser essa operação. Os voos da FAB são submetidos, seja tripulação ou bagagem, a revistas, a tipo de inspeção que possa a vir a ser comprovado. Vai depender da infraestrutura de cada aeroporto”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

fabcocaínaDaniel OliveiraAeronáutica