Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Fabrício fora da toca

Vera Magalhães

Quase duas semanas depois de vir a público relatório do Coaf que cita movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em um ano em sua conta bancária, Fabrício Queiroz, ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro vai, finalmente, aparecer. Está marcado para quarta-feira depoimento do ex-policial militar, amigo de Jair Bolsonaro desde os anos 1980, informa Lauro Jardim no Globo.

Até agora, Queiroz não se manifestou nem sobre o volume de recursos que movimentou nem sobre o entra e sai de dinheiro da mesma conta, por meio de depósitos de outros funcionários do gabinete e saques constantes de recursos em espécie.