Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Falta vontade para privatizar

Marcelo de Moraes

Na sua coluna no Estadão, a jornalista Adriana Fernandes destaca a falta de vontade que o governo parece demonstrar para privatizar suas empresas estatais. E essa foi justamente uma das principais promessas de campanha de Jair Bolsonaro. A própria equipe econômica também colocou a necessidade de privatização como uma de suas metas. “Não é só a reforma da Previdência que enfrenta dificuldades para ganhar tração no governo Jair Bolsonaro. O plano de privatização do ministro da Economia, Paulo Guedes, está fazendo água”, escreve Adriana.

Segundo a colunista, o grande problema está no fato de que “os ministros de Bolsonaro abraçaram suas estatais e estão colocando todo tipo de obstáculo para privatizar ou fechar essas empresas. A maioria deles já foi capturada pelas corporações e pelo poder de distribuição de cargos que as estatais garantem, mesmo as menores. Não largam o osso de jeito nenhum”, diz. “Pelo cenário atual, é provável que se chegue ao fim dos quatro anos de mandato de Bolsonaro sem que o governo tenha privatizado muita coisa. Ou pior: com a venda restrita aos ativos mais rentáveis ligados aos bancos públicos, mantendo as empresas ineficientes e com custo elevado para o Tesouro”, acrescenta.

 

Tudo o que sabemos sobre:

privatizações