Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Felipe Neto: É preciso investigar fake news e uso de bots

Equipe BR Político

Mobilizador central contra a tentativa do prefeito Marcelo Crivella de censurar o beijo gay numa HQ na Bienal do Livro, o youtuber Felipe Neto afirmou nesta segunda, 9, ao Estadão que “é preciso investigar os ataques à reputação, a criação de fake news e o uso de BOTs para subir hashtags”. BOTs são perfis mecânicos usados em redes sociais.

O youtuber Felipe Neto, em vídeo do seu canal

O youtuber Felipe Neto, em vídeo do seu canal. Foto: YouTube/@Felipe Neto

“Quando isso for investigado a fundo, muita gente poderosa vai cair. Nós já esperávamos que isso fosse acontecer, porque é o modo de operar desse desgoverno. Tudo eles levam para o campo das reputações e tentam destruir os que se opõe. Porém, isso nunca será capaz de nos parar, pois nós lutamos pelo amor. E o amor não se vence, pois ele nunca acaba”, disse o jovem. Questionado se sua distribuição de 10 mil quadrinhos lacrados com temática LGBT na feira era uma jogada de marketing para promover seu livro, Neto respondeu que “se fosse, eu teria colocado a ação ao lado da venda do meu livro. Não fizemos absolutamente nada para aumentar as vendas”.