Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Fernández anuncia que vacinação começa ainda em 2020

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou nesta quinta-feira, 10, que seu governo assinou um acordo com a Rússia para garantir o fornecimento de vacinas. Ele também disse que a vacinação começa ainda em 2020 no país de 44 milhões de habitantes e que será o primeiro a tomá-la.

“Alguns semeiam muitas dúvidas sobre a qualidade científica russa, mas o instituto onde foi desenvolvido tem vários prêmios Nobel”, disse Fernández. “O primeiro a tomar a vacina sou eu porque não duvido da qualidade da vacina. Vou ser vacinado antes de mais ninguém para que ninguém tenha medo”. As declarações de Fernández foram dadas ao lado do Ministro da Saúde, Ginés González García, registra o Estadão.

O contrato inclui o aquisição de doses suficientes para vacinar entre janeiro e fevereiro um total de 10 milhões de argentinos, com uma primeira remessa de cerca de 600 mil doses que irão imunizar 300 mil pessoas antes do final do ano.

“Durante janeiro teremos doses para vacinar 5 milhões pessoas e em fevereiro o restante das doses necessárias serão concluídas a fim de atingir a vacinação dos 10 milhões de pessoas que antecipamos”, disse o presidente.

Tudo o que sabemos sobre:

Argentinavacina