Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Fica declarado um toma-lá-dá-cá’

Equipe BR Político

Aliados do presidente Jair Bolsonaro continuam criticando a estratégia de recriar dois ministérios para ajudar nas negociações da reforma da Previdência. Depois de Janaína Paschoal atacar Rodrigo Maia, agora foi a vez do deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) bater na possibilidade da estrutura do Planalto voltar a contar com o Ministério das Cidades e da Integração Nacional. “Nesse ponto, eu e o PSL fomos contrários a esse tipo de comportamento. Porque fica declarado um toma-lá-dá-cá”, afirmou o parlamentar ao Broadcast Político.

“O partido (PSL) está contrário mesmo a essa decisão. Não acho que é o melhor momento para criar um ministério sem a menor necessidade. E por que condicionar isso a outro assunto que não tem nada a ver, que é a reforma da Previdência?”, continuou. “Não queremos que transpareça para a população que o presidente Bolsonaro cedeu e agora está disposto a fazer o toma-lá-dá-cá. Isso é horrível para o governo. Aprova-se a Previdência, no entanto a imagem do governo cai em total descrédito. É isso que não queremos.”

Tudo o que sabemos sobre:

Coronel TadeuPSLJair Bolsonaro