Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Flávio Bolsonaro nega vínculo com milícia

Equipe BR Político

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) negou ter qualquer relação com milicianos após a revista IstoÉ revelar que Valdenice de Oliveira Meliga, irmã de dois milicianos presos que foi lotada no gabinete do filho do presidente da República, assinou cheques de despesas da campanha em nome do então deputado estadual. O parlamentar acusa a revista de “fazer uma ilação irresponsável” ao vinculá-lo a “candidaturas irregulares e a milícia carioca” para “denegrir” sua imagem.

O ex-policial militar e hoje acusado de ser um dos chefes da milícia Escritório do Crime, Adriano Magalhães da Nóbrega, foi homenageado pelo então deputado em 2003 e 2004, enquanto ele estava preso.

Tudo o que sabemos sobre:

Flávio Bolsonaro