Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Flávio justifica movimentação com apartamento

Equipe BR Político

Flávio Bolsonaro foi novamente à TV para tentar explicar seu envolvimento com Fabrício Queiroz. Desta vez, deu sua versão para justificar suas próprias movimentações consideradas suspeitas pelo Coaf. Para a TV Record, o senador eleito disse que tanto os 48 depósitos de R$ 2 mil feitos em sua conta quanto o título bancário da Caixa Econômica Federal no valor de R$ 1.016.839 pago por ele a um beneficiário desconhecido se referiam à compra e posterior venda de um imóvel.

“É um apartamento que comprei na planta. E quando você compra apartamento na planta o financiamento fica com a construtora. Quando saiu o Habite-se, é quando a Caixa pode fazer o financiamento. O que você faz? Você busca a Caixa que tem juros menor”, disse. Os depósitos teriam sido feitos por ele mesmo, já que parte do apartamento vendido por ele depois a um casal foi pago em dinheiro vivo. Está tudo declarado, justificado no papel. Declarado ao Fisco, na escritura. Se fosse algo ilícito você acha que ia colocar na minha conta”, afirmou Flávio Bolsonaro.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Flávio BolsonaroFabrício Queiroz