Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Foi um péssimo resultado’, diz Okamoto sobre Lula

Equipe BR Político

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, criticou nesta terça-feira, 23, a decisão do STJ de manter a condenação do ex-presidente Lula, ainda que reduzindo a pena do petista, informa o Estadão. “Foi um péssimo resultado porque Lula não foi inocentado”, afirmou Okamotto a Ricardo Galhardo. “Para um homem digno, mais importante do que a liberdade é a inocência.”

Por unanimidade, a Quinta Turma do STJ reduziu a pena de Lula de 12 anos e 1 mês para 8 anos, 10 meses e 20 dias, o que permitirá ao petista passar para regime semiaberto em cinco meses. Mas como há condenação em primeira instância no caso do sítio de Atibaia, a progressão da pena poderia ser maculada caso o TRF-4 confirme a condenação de outros 12 anos e 11 meses de prisão.

Tudo o que sabemos sobre:

LulaAtibaiaOkamoto