Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Força-tarefa fica por 90 dias no Amazonas

Equipe BR Político

A força-tarefa de intervenção penitenciária do Ministério da Justiça no Amazonas vai ficar no Estado por 90 dias, contados desde o início da operação, na terça-feira, 28, quando parte da equipe chegou a Manaus. De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, os agentes vão exercer atividades e serviços de guarda, vigilância e custódia de presos. Ao todo, 100 homens participam da força-tarefa.

Neste fim de semana, uma disputa em facção deixou um total de 55 mortos em presídios de Manaus em menos de 48 horas. A pedido do governo do Amazonas, um total de 29 presos envolvidos nas chacinas deve ser transferido de Manaus para penitenciárias federais de segurança máxima. Até ontem, a transferência de nove presos havia sido concluída, e a de outros 20 detentos, confirmada, informou o Broadcast Político.