Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Fortaleza: Girão nega alinhamento de Capitão Wagner com Bolsonaro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O coordenador e principal doador da campanha do candidato à prefeitura de Fortaleza Capitão Wagner (PROS), senador Eduardo Girão (Podemos-CE), negou o alinhamento do candidato a Jair Bolsonaro em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 18. O presidente já declarou apoio e pediu votos a Wagner em suas lives onde fazia propaganda eleitoral a candidatos no pleito municipal no primeiro turno, mas o candidato tem tentado se descolar da imagem de Bolsonaro há semanas.

Girão reclamou da “nacionalização” das eleições municipais e afirmou que o candidato que apadrinha tem postura de “independência” em relação ao governo. “Ele tem divergências, mas vai negar apoio?”, disse.

O apoio bolsonarista no primeiro turno não funcionou para a maioria dos postulantes a quem o presidente pediu votos e em alguns casos coincidiu com o aumento da rejeição dos candidatos, principalmente em capitais e grandes cidades, onde a rejeição ao presidente é alta. 

Wagner, que disputa o comando de Fortaleza com o candidato dos Ferreira Gomes, José Sarto (PDT), tem tentado se associar ao ex-ministro Sérgio Moro ao invés do presidente, apesar de ter ensaiado um alinhamento bolsonarista antes no início da campanha.