Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

França: ‘A gente muda de posições conforme o tempo’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Questionado sobre as diferentes alianças políticas e apoios que firmou nos últimos anos, o candidato do PSB à Prefeitura de São Paulo, Márcio França, afirmou nesta quarta-feira, 11, que é natural mudar de posições ao longo dos anos. “Com relação aos lados, é claro, a gente também muda de posições conforme o tempo”, disse em debate promovido pela Folha/UOL.

Provocado a citar qualidades do ex-presidente Lula (PT), do governador João Doria (PSDB) e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), França elencou:

“Qualidade do Lula, certamente um líder popular inegável. Foi o líder que mais teve voto, uma pessoa que veio de uma origem muito simples, uma pessoa que conseguiu montar um dos maiores partidos que já se viu no Brasil. Ele é uma pessoa aguerrida, com muitas qualidades, ele tem uma linguagem popular que as pessoas conseguem perceber”.

Sobre o presidente Bolsonaro, com quem se encontrou recentemente por conta da missão diplomática do Brasil no Líbano, França disse: “Na minha visão, é autêntico, o que ele fala, eu posso discordar, mas evidentemente que ele tá falando o que ele pensa. E ele foi eleito para esse fato. Ele é uma pessoa que ao longo da vida nunca negou esse jeito dele. Ao longo da vida ele não teve o meu voto, mas isso não faz com ele não faça dele uma pessoa legítima para exercer a Presidência”, disse.

Sobre o governador do Estado, de quem já esteve próximo, França disse: “O Doria é uma pessoa aguerrida. Acorda cedo. É uma pessoa valente, como empresário, me parece ser um bom empresário. Ele, para organizar um debate como esse aqui, um evento, ele é perfeito. Ele faz tudo direitinho, mas ele não tem sensibilidade social”, avaliou.