Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Freixo dispara contra ‘política juvenil’ de ala do PSOL

Alexandra Martins

Exclusivo para assinantes

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) diminuiu o entusiasmo enquanto pré-candidato à prefeitura do Rio de Janeiro. O parlamentar, inclusive, diz não ter “clareza” se a melhor trincheira de combate à barbárie é em Brasília ou na capital fluminense. Ala de seu partido, no entanto, resiste à tese defendida por ele de que é preciso escolher um nome do campo progressista, que seria ele, com apoio de outras forças políticas, leia-se o PT. “E, nesse momento, um setor do partido estar olhando para a guerra dentro da esquerda para saber quem é mais importante na esquerda, eu acho inaceitável, completamente inaceitável. Não dá para, nesse momento, ter imaturidade. Não dá para, nesse momento, fazer política partidária como se estivesse fazendo política juvenil. Se for para isso, o candidato não tem que ser eu”, declarou ele ao site Poder360.

O deputado Marcelo Freixo

O deputado Marcelo Freixo Foto: Dida Sampaio/Estadão