Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Futebol não dá voto a ninguém’

José Fucs

Em artigo publicado no Globo deste domingo, 17, o jornalista Merval Pereira discute os efeitos que a Copa do Mundo pode ter no cenário político do País e lembra de uma frase dita recentemente pelo produtor de cinema Luís Carlos Barreto: “Se o Flamengo for campeão brasileiro, e a seleção campeã do mundo, até o Temer se reelege”.

O próprio Merval, porém, relativa a afirmação de Barreto. “É consabido que o futebol não dá voto a ninguém, embora os políticos cismem de se aproveitar dele. Na redemocratização, nunca as vitórias ou derrotas da seleção influíram nos resultados eleitorais”, diz. “O temor de Barretão é injustificável. Não há elementos estocásticos que façam Temer recuperar sua popularidade.” / J.F.