Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Fux adia julgamento sobre vacina da covid

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, retirou da pauta de julgamento a análise de duas ações que tratam da apresentação de um plano de vacinação contra a covid-19. A medida foi tomada após o Palácio do Planalto entregar à Corte um plano nacional de imunização contra a covid-19, sem prever uma data para começar a vacinar.

O relator do caso é o ministro Ricardo Lewandowski, que havia solicitado a Fux a retirada das ações da pauta do STF após o governo federal entregar o documento à Corte. A discussão estava prevista para a sessão plenária da próxima quinta-feira, 17, por videoconferência, informa Rafael Moraes Moura, do Estadão.

Uma das ações, da Rede, questiona o ato do presidente da República ter desautorizado, em tese, o ministro da Saúde, que anunciou protocolo de intenção para aquisição da vacina Coronavac, mas foi contestado por Bolsonaro.

Na outra, do PCdoB, questiona a mesma interrupção das negociações para a compra do imunizante produzido pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

No novo plano apresentado pelo Ministério da Saúde, há previsão de compra da Coronavac, uma vez que diz que o governo comprará “toda e qualquer vacina” com registro da Anvisa.

Tudo o que sabemos sobre:

STF