Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Gabeira: A movida Toffoli-Bolsonaro

Equipe BR Político

Fernando Gabeira se debruça, em artigo no Estadão, sobre a dinâmica que move o Supremo Tribunal Federal contra a Lava Jato e as investigações de crimes financeiros. Ele aponta a existência de uma “movida Toffoli-Bolsonaro”, uma espécie de aliança tácita em que o presidente do STF, ao manietar o Coaf, acaba agradando o presidente da República, por sustar as investigações contra seu filho Flávio.

Diante de tamanho poder do STF, ele observa que a Corte tem a prerrogativa de frear excessos dos demais Poderes, mas não há quem freie os seus próprios. “Os ministros que divergem da Lava Jato não são só ilhas, mas um arquipélago no STF. Algumas vulcânicas e em erupção, como Toffoli, que neutraliza o controle efetivo de transações financeiras para atender, entre outros, o filho do presidente, as mulheres dos ministros.”