Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Gastos de Alckmin e França na mira do MP

Equipe BR Político

O Ministério Público de Contas de São Paulo pediu a reprovação dos gastos do governo do Estado no ano de 2018, cuja gestão foi dividida entre Geraldo Alckmin (PSDB), de janeiro a março, e Márcio França (PSB), de abril a dezembro. O documento agora será analisado pelo Tribunal de Contas do Estado. Nele, são apontadas irregularidades como benefícios fiscais concedidos por meio de decreto do governador, sem passar pelo Legislativo, e gastos insuficientes na educação, segundo o Blog do Fausto.

O parecer deve ser levado em conta no julgamento das contas de Alckmin e França pelo plenário do TCE, em junho. Em seguida, a decisão do tribunal será votada pela Assembleia Legislativa. Se as contas forem reprovadas, os ex-governadores podem ser alvo de multa e de ação por improbidade administrativa.