Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

General Heleno levanta hashtag ‘salvacionista’

Vera Magalhães

Jair Bolsonaro publicou em seu Twitter, na forma de um “fio”, um longo texto, atribuído por ele ao chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, em que diz que ele próprio, Bolsonaro, “salvou” o Brasil.

“Assim, Jair Bolsonaro tornou-se o maior símbolo do COMBATE À CORRUPÇÃO de que se tem notícia, nos 520 anos da História do Brasil. Devemos confiar nele, na sua habilidade e determinação em escolher seus ministros e secretários, para melhor conduzir os destinos do Brasil”, tuitou o próprio Bolsonaro, “citando” Heleno.

O tuíte laudatório rapidamente se disseminou pela tuitosfera bolsonarista, e levou a hashtag #BolsonaroSalvouoBrasil aos assuntos mais mencionados da rede.

A pregação do general é para que as pessoas confiem em Bolsonaro e em suas decisões. Trata-se de uma vacina às crescentes críticas de parte da direita ao presidente, por fatos como a sanção ao juiz de garantias e ao fundão eleitoral, a manutenção de Abraham Weintraub no MEC e Fábio Wajngarten na Secom e outras decisões questionadas.