Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

General Ramos: ‘Não houve acordo nenhum’

Vera Magalhães

O ministro da Secretaria Geral de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, disse que não fechou acordo algum com o presidente do PSL, Luciano Bivar, para a troca do líder do partido na Câmara: “Não houve acordo nenhum, não participei de acordo”, disse o ministro ao BRPolítico. “Não quebrei acordo nenhum, nego com veemência e me sinto extremamente ofendido”, afirmou nesta segunda-feira.

Ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, no Palácio do Planalt

Ministro Luiz Eduardo Ramos. Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Ele disse que, de fato, conversou às 8h desta segunda com o presidente do PSL, Luciano Bivar, para conversar sobre a tramitação do projeto de lei 1645, que trata da proteção social de militares, bombeiros e policiais militares. “Pedi a ele que o líder Waldir não usasse esse projeto para retaliar o governo, porque é um projeto muito importante”, afirmou.

O ministro me disse que chegou a conversar com alguns deputados sobre a possibilidade de uma saída de conciliação que levasse à liderança um nome de consenso, mas que não houve acordo a esse respeito. Afirmou que também não conversou sobre isso com o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (GO), nem com Eduardo Bolsonaro. “A partir disso saírem dizendo que fechei um acordo e que descumpri um acordo é algo que me ofende profundamente. Sou um homem de palavra, nunca deixei de cumprir com a minha palavra”, afirmou ele ao BRP.