Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Gilmar diz que suspeição de Moro fica para 1º semestre de 2020

Equipe BR Político

O ministro do STF Gilmar Mendes afirmou que deve pautar o julgamento a respeito da suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, no primeiro semestre de 2020. Segundo ele, a pauta não andou no Supremo em 2019 porque outros julgamentos “consumiram uma energia enorme” da Corte, como os casos do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do ministro do TCU Aroldo Cedraz . “São pautas complicadas, como é a rotina na turma. No final, já faltava gás. E este é um caso que merece reflexão. Vamos ter que dedicar mais de uma sessão. Devo liberar ainda no primeiro semestre”, disse Gilmar, em entrevista ao Valor.

O ministro afirmou também a chamada “Vaza Jato” será levada em consideração no julgamento, mas não deixou claro se as reportagens serão consideradas ou não como provas. “É um debate que certamente estará presente. Aí vem a questão da ilicitude da prova, sua utilidade ou não. Esse é um tema que, ainda que não seja fundamental para o julgamento, poderá ser invocado”, afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:

gilmar mendessuspeiçãosergio moro