Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Gilmar e Toffoli não desapegam…

Mario Vitor Rodrigues

Mal se passou uma semana da decisão tomada pelo STF de restringir a abrangência do foro privilegiado e a Turma decidiu na tarde desta terça, 8, aceitar a denúncia contra o deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), informa O Globo.

Acontece que o deputado será julgado por um crime cometido no mandato anterior, situação essa não contemplada pela Corte. Segundo Daniel Adjuto, em sua conta no Twitter, Gilmar e Toffoli criticaram a decisão.