Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Gilmar não vê ‘efeito dominó’ da Lava Jato do STF

Equipe BR Político

O ministro do STF Gilmar Mendes disse não acreditar na possibilidade de que o julgamento do Supremo, iniciado na quarta-feira semana, possa afetar condenações passadas na operação Lava Jato. “Eu nunca acredito nessas contas que aparecem, de que isso (o julgamento) terá um efeito dominó. É preciso fazer essa contabilidade com muito cuidado. Porque, em princípio, essas decisões só beneficiarão aqueles que já vinham arguindo essa nulidade desde o início, portanto algo bastante limitado. Mas isso saberemos na próxima semana”, disse o magistrado nesta sexta-feira, 27, segundo o Broadcast Político. O ministro é conhecido por ser crítico da Lava Jato.

Você viu aqui no BRP que entre quarta e quinta-feira, os ministros do Supremo votaram, em sua maioria, de maneira favorável a uma tese que prevê a réus delatados o direito de poder falar depois dos delatores. O julgamento do assunto deverá ser retomado na próxima quarta, 2.

 

Tudo o que sabemos sobre:

gilmar mendesLava Jato