Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Gilmar rebate Bolsonaro: ‘Censura personalista a membros do Judiciário’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro Gilmar Mendes, do STF, reagiu às críticas do presidente Jair Bolsonaro à decisão do ministro Alexandre de Moraes de barrar a nomeação de um aliado do clã Bolsonaro para a chefia da Polícia Federal. O chefe do Planalto disse que “não é essa a forma de tratar um chefe do Executivo, que não tem uma acusação e faz tudo possível pelo seu país”. E ainda: “Como o senhor Alexandre de Moraes foi parar no Supremo? Amizade com o senhor Michel

O ministro do STF Gilmar Mendes

O ministro do STF Gilmar Mendes Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

Temer, ou não foi?”, criticou Bolsonaro.

 

Para Gilmar, “o que não se aceita – e se revela ilegítima – é a censura personalista aos membros do Judiciário. Ao lado da independência, a Constituição consagra a harmonia entre poderes”, segundo escreveu no Twitter nesta quinta, 30.