Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Gleisi cobra: ‘Governo tem de liberar o dinheiro já’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, reforçou nesta manhã de quarta, 1, o movimento dos vários críticos ao ritmo do governo federal para a liberação dos R$ 600 destinados aos 38 milhões de trabalhadores informais neste contexto de pandemia do coronavírus. O projeto foi aprovado pela Câmara e Senado, e agora aguarda sanção do presidente Jair Bolsonaro. Ontem, o ministro do STF, Gilmar Mendes, pediu “postura ativa da União” no Twitter com a hashtag #PagaLogoBolsonaro.

A deputada Gleisi Hoffmann

A deputada Gleisi Hoffmann Foto: André Dusek/Estadão

Para a deputada, o presidente e o ministro Paulo Guedes “cometem crime” com a demora. “Essa história da PEC emergencial é absurda”, avaliou ela, em referência ao instrumento que o titular de Economia diz ser necessário em razão do teto de gastos. A equipe econômica entende que é preciso de uma autorização para liberar os R$ 50 bilhões correspondentes à renda emergencial para depois não ser acusado de dar pedalada fiscal.