Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Gleisi, covardia é festejar com ditadores’

Equipe BR Político

Gleisi Hoffmann justificou sua ida para prestigiar a posse de Nicolás Maduro na Venezuela dizendo que não comparecer seria “covardia”. Em sua coluna na Folha deste sábado, Demétrio Magnoli contesta a presidente do PT e diz que covarde “são os chefes do regime cívico-militar que prende e tortura” e quem festeja com eles, ” ignorando suas vítimas”.

“A covardia estende-se aos dirigentes do PT, inclusive Fernando Haddad, que deram amparo à viagem, e à miríade de figuras públicas de esquerda ligados ao partido, cujo silêncio pétreo acompanhou o périplo de Gleisi”, escreveu. “Quando aplaude Maduro, você aplaude Médici e Geisel. Quando empresta sua solidariedade à ditadura de lá, perde o direito moral de denunciar a ditadura de cá. No lugar de Bolsonaro, eu pagaria sua passagem a Caracas.”