Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governador do AM é alvo de operação da PF por fraudes na saúde

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Na manhã desta terça-feira, 30, o Ministério Público e a Polícia Federal realizam operação que mira supostas fraudes e desvios na compra emergencial de respiradores em meio à pandemia do novo coronavírus no Amazonas. O governador Wilson Lima (PSC-AM) é um dos alvos da investigação.

O ministro da Saúde, Nelson Teich, com o governador do Amazonas, Wilson Miranda Lima

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich, com o governador do Amazonas, Wilson Miranda Lima Foto: Erasmo Salomão/MS

Os agentes cumprem oito mandados de prisão e fazem buscas em 14 endereços ligados ao governador. Lima também é alvo de bloqueio de bens. São apuradas suspeitas de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, peculato, delitos da lei de licitações, lavagem de dinheiro e crimes contra o sistema financeiro.

Lima é o terceiro governador investigado por supostas irregularidades em contratações para o enfrentamento da pandemia. Antes dele, Wilson Witzel (PSC), do Rio, e Helder Barbalho (MDB), do Pará, também tiveram endereços vasculhados por agentes federais.

As medidas foram determinadas pelo ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), e incluem o bloqueio de bens no valor de R$ 2,9 milhões, de acordo com a CNN Brasil.