Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Dias diz que compromisso de Pazuello com a coronavac foi ‘claro’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), contestou nesta quarta-feira, 21, a afirmação do secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, de que a Pasta não assumiu compromisso de comprar doses da coronavac, possível imunizante contra a covid-19, desenvolvido pela farmacêutica chinesa Sinovac e testada no Brasil pelo Instituto Butantan. Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro desautorizou qualquer acordo para compra do imunizante.

Segundo o petista, a posição assumida ontem pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em reunião com os governadores foi “clara” em relação à compra de doses dos imunizantes em fase de testes na Fiocruz e no Instituto Butantan.

“O compromisso assumido ontem foi de comprar vacina produzida no Brasil, da Fiocruz (Manguinhos) e do Instituto Butantã, produção brasileira. A saúde do povo em primeiro lugar! E neste caso a saída da crise econômica que permite recuperar empregos e trabalhar solução para a calamidade social, é a vacina. Compromisso do Ministro Pazuello que selou entendimento com todos os Estados e Municípios, foi claro, comprar da Fiocruz e Butantã!”, afirmou o governador piauiense.