Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Governadores pedem reunião com Alcolumbre sobre vacina

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Os governadores tentam criar uma via independente do governo federal para negociar a compra de vacinas contra o novo coronavírus diante das incertezas geradas com a decisão do presidente Jair Bolsonaro de vetar o medicamento desenvolvido pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. Como representante do Fórum dos Governadores do Brasil, o chefe do Executivo estadual do Piauí enviou um pedido de reunião com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, para tratar do assunto.

“O objetivo é tratar, com prioridade, sobre o Plano Nacional de Vacinação, pensando nos interesses maiores da saúde do povo brasileiro e o caminho seguro para retomada da economia, da proteção social e, especialmente, a geração de empregos. Nossa disposição é de trabalhar no caminho do diálogo entre municípios, Governo dos Estados, Governo Federal, Congresso Nacional, cientistas e setor privado, objetivando salvar vidas”, escreveu Dias na solicitação.

Os governadores também tentam reabrir o diálogo com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, com quem se reuniram no fatídico encontro que resultou na posição de Bolsonaro contra a vacina feita na China. Na ocasião, Pazuello anunciara a compra de milhares de vacinas, sendo obrigado a voltar atrás porque “um manda, o outro obedece”.

Wellington Dias, governador do Piauí. Foto: Gov/PI

 

Tudo o que sabemos sobre:

Davi AlcolumbrevacinaWellington Dias