Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo acorda e percebe que pode perder em veto do BPC

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Após dias falando apenas de Orçamento, a equipe econômica acordou só agora e percebeu que pode sofrer derrotas antes mesmo que os PLNs cheguem ao Plenário. Após o Senado derrubar o veto ao projeto de lei que aumenta o limite de renda para a concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC), o secretário especial da Previdência e Trabalho, Bruno Bianco Leal foi ao Twitter buscar mobilização. Ele afirmou que, caso o veto caia, e passe de 25% para 50% de um salário mínimo a renda per capita máxima para beneficiários do BPC, o impacto pode ser de R$ 217 bilhões.

Plenário da Câmara durante a análise dos vetos presidenciais nesta quarta

Plenário da Câmara durante a análise dos vetos presidenciais nesta quarta Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Derrubar o veto 55 tem um custo de R$ 217 bilhões em 10 anos! Não caia em fake news!”, afirmou. O BRP avisou no BRP Político Fique de Olho desta semana que o veto 55 era um que estavam na mira como “resposta” ao governo pela recente crise institucional gerada justamente pelo Orçamento impositivo.

Tudo o que sabemos sobre:

Bruno Bianco LealBpcgovernovetoCongresso