Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo amplia tesourada no Orçamento

Equipe BR Político

O governo federal ampliou a tesourada no Orçamento antes prevista em R$ 29,8 bilhões para R$ 35,9 bilhões, informa o Estadão, considerando a reserva de R$ 5,372 bilhões para os pedidos adicionais de ministérios. A equipe econômica também cortou as emendas impositivas individuais (R$ 1,9 bilhão) e de bancada (R$ 991 mil) num total de R$ 2,956 bilhões, apesar de o ministro Onyx Lorenzoni ter garantido ao Congresso que esses gastos ficariam preservados. Dos ministérios, o mais atingido em valores absolutos pelo contingenciamento é o da Educação, com bloqueio de R$ 5,8 bilhões.

Na noite de terça, 26, o governo sofreu uma derrota com a aprovação da PEC do orçamento impositivo que engessou parcela maior do Orçamento e tornou obrigatório o pagamento de despesas hoje passíveis de adiamento, como emendas de bancadas estaduais e investimentos em obras.