Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo anuncia hoje prorrogação do auxílio emergencial

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou nesta terça-feira, 30, a prorrogação do auxílio emergencial. O anúncio formal será feito pelo presidente Jair Bolsonaro em cerimônia no Palácio do Planalto na tarde de hoje. O ministro disse ainda que após o encerramento dos pagamentos, o governo lançará novos programas de caráter permanente. Ele citou o chamado “Renda Brasil” e a recriação do contrato de trabalho “Verde Amarelo”, cuja Medida Provisória anterior não chegou a ser votada pelo Congresso.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, durante a reunião do governo de 22 de abril

O ministro da Economia, Paulo Guedes, durante a reunião do governo de 22 de abril Foto: Marcos Corrêa/PR

“Vamos fazer uma extensão do auxílio emergencial, será anunciado hoje pelo presidente Jair Bolsonaro. Como a pandemia continua nos assombrando, vamos estender cobertura do auxílio. E quando acabar o auxílio emergencial anunciaremos o Renda Brasil e o novo Verde Amarelo”, afirmou, em audiência pública por videoconferência na Comissão Mista do Congresso Nacional que monitora a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas à covid-19.

À CNN, o ministro afirmou que serão pagas mais duas parcelas no valor de R$ 600, totalizando R$ 1.200. O valor final é igual ao da outra proposta que estava em estudo pelo governo: três parcelas de crescentes do benefício – de R$ 500, R$ 400 e R$ 300. A segunda opção, porém, exigiria a aprovação de um novo dispositivo legal pelo Congresso.

Ontem, o secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, informou que a extensão do auxílio emergencial custará R$ 100 bilhões ao governo.