Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo avalia desmembrar Segurança Pública do Ministério da Justiça

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Com a demissão de Sérgio Moro, o governo avalia aproveitar a situação para desmembrar a área de Segurança Pública do Ministério da Justiça, criando uma Pasta nova para focar no combate à criminalidade.

A ideia não é nova e já tinha provocado a primeira grande crise entre Jair Bolsonaro e Moro, que rejeitou a ideia por entender que teria seu trabalho enfraquecido perdendo uma área estratégica para sua atuação. Como Moro chiou, o presidente desistiu da ideia e disse que, na verdade, essa era apenas uma proposta defendida pelos secretários estaduais de Segurança.

Durante o governo de Michel Temer, as duas áreas estavam divididas em ministérios distintas. Torquato Jardim comandava a Justiça e Raul Jungmann a Segurança Pública. A pedido de Moro, Bolsonaro reagrupou as duas.

Agora, enquanto tenta definir como fará para resolver a substituição de Moro, a possibilidade voltou à mesa. Bolsonaro ainda não se decidiu.

Tudo o que sabemos sobre:

MoroJustiçasegurança pública