Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo avalia uso da Força Nacional em atos de domingo em Brasília

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Os governos federal e do Distrito Federal discutem nesta sexta, 5, a possibilidade de emprego da Força Nacional de Segurança Pública nos protestos previstos para domingo, 7, a favor e contra o presidente Jair Bolsonaro, em Brasília. Como você tem lido aqui no BRP, o chefe do Planalto classificou os participantes dos atos em São Paulo, no domingo passado, como terroristas, a exemplo do que faz o presidente Donald Trump, nos EUA, com os manifestantes que lotam as ruas de várias cidades do país contra o assassinato de George Floyd por policiais. Para Bolsonaro, trata-se de “marginais, maconheiros, desocupados, que não sabem nada de economia e não sabem o que é trabalhar pra ganhar o seu pão de cada dia”. O vice-presidente Hamilton Mourão segue o mesmo raciocínio.

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Uma espécie de mapa de risco, segundo o Estadão, é desenhado para que as autoridades tomem suas decisões. O temor é de infiltrações de agitadores contrários em qualquer um dos lados, que poderia levar a um tumulto generalizado com consequências imprevisíveis.

Sua realização ou não, a presença de opositores ou de apoiadores do presidente, a possibilidade de confronto e, sobretudo, a reação de Bolsonaro deverão ditar os próximos passos de uma crise institucional que passou os últimos dias latente, mas longe de ser superada.

 

Tudo o que sabemos sobre:

protestodomingoBrasíliaforça nacional