Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo começa a escorregar na comunicação da reforma

Marcelo de Moraes

Todos os governos tentaram em algum momento aprovar algum tipo de reforma da Previdência. Sempre foi um debate muito duro e desgastante e não vai ser diferente dessa vez. Mas, em todos os casos, um dos grandes desafios dos governos foi o da batalha de comunicar bem do que se tratava a proposta e da importância de sua votação. Essa sempre foi uma barreira quase intransponível e, dessa vez, parece que caminha para não ser diferente.

Os parlamentares já “elegeram” as primeiras propostas que não gostaram: as que mexem com a aposentadoria rural e com as regras do pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Esse debate já parece perdido para o governo dentro do Congresso, mas não comprometem a essência da reforma. O problema é que essas discussões estão sendo perdidas antes mesmo de o governo iniciar seu debate e há pontos muito mais centrais que precisarão de defesa consistente. Só afirmar que a reforma combate privilégios não garantirá sua aprovação. O governo vai precisar se comunicar muito bem e provar para a opinião pública que isso é verdade. Mas, até agora, nada disso foi feito. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

reforma da previdência