Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo adia em 2 meses reajuste nos preços dos remédios

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira, 31, o adiamento, em dois meses, no reajuste dos preços de todos dos medicamento no País.

Foto: Ségio Castro/ Estadão

“Em comum acordo com a indústria farmacêutica decidimos adiar, por 60 dias, o reajuste de todos os medicamentos no Brasil”, escreveu o presidente no Twitter. A medida visa evitar que haja abusos nos valores durante a pandemia do novo coronavírus.

Nesta tarde, durante coletiva de imprensa para atualização dos números sobre a covid-19 no País, o ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, informou que a decisão foi conversada também entre os ministros, que se reuniram hoje com o presidente. “O aumento previsto por lei ficou suspenso por 60 dias, e daqui a 60 dias será avaliado novamente”, explicou.