Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo do DF fecha acampamento de ‘milícia armada’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Estado de Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal, desmantelou nesta manhã de sábado, 13, o acampamento armado do movimento “300 do Brasil”, de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, em Brasília. Em meados de maio, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) entrou com uma ação civil pública na Justiça pedindo o fim do acampamento por eles chamado de “milícia armada”.

Foram recolhidos os materiais da estrutura do acampamento, como lona e metal, e faixas na Esplanada dos Ministério e na Praça dos Três Poderes, sob uso de gás de pimenta para dispersar um reduzido grupo resistente à ação.

“Ainda, o decreto nº 40.509/20, que trata de medidas de enfrentamento à pandemia, proíbe aglomerações com mais de 100 pessoas em eventos que demandem a autorização prévia do GDF (Governo do Distrito Federal)”, acrescentou a pasta distrital.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do DF, “houve diversas tentativas de negociação para a desocupação da área, mas, infelizmente, não houve acordo. Os acampamentos foram desmontados sem confronto”.

A organizadora dos 300 condenou a ação policial e pediu que o presidente Jair Bolsonaro “reaja”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

300 pelo BrasilDistrito Federalacampamento