Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo estuda desligar 21 mil funcionários em sete estatais

Equipe BR Político

Em nota na quinta-feira, 16, o Ministério da Economia anunciou a autorização de sete Programa de Demissão Voluntária (PDV) , com a previsão de demitir 21 mil empregados das empresas públicas em 2019, com a previsão de economizar R$ 2,3 bilhões por ano. Entre as estatais que já anunciaram PDVs estão Correios, Petrobras, Infraero e Embrapa. Por questão estratégica, a Secretaria de Desestatização não divulgou os nomes das outras empresas que estão com PDVs aprovados. Segundo o secretário de Coordenação e Governança das Estatais, Fernando Soares, quem deve fazer esse anúncio são as próprias companhias.

“Cabe à gestão fazer um trabalho junto aos seus empregados para que o PDV seja melhor entendido por eles. É preciso que a área de Recursos Humanos da empresa e a diretoria mostrem os benefícios da adesão ao programa”, disse Soares em nota. A Caixa Econômica Federal estuda reabrir um PDV em junho com a meta de desligar cerca de 3 mil funcionários, segundo integrantes do Conselho de Administração do banco. A medida também faz parte dos planos do governo de reduzir custos e melhorar o resultado das estatais, segundo o Globo.