Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo estuda tirar dinheiro das faculdades de humanas

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro disse que o governo estuda tirar recursos das áreas de Ciências Humanas, como filosofia e sociologia. Segundo ele, o objetivo é “focar em áreas que gerem retorno imediato ao contribuinte”. Em mensagem publicada no Twitter, Bolsonaro disse que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, é o responsável pelo “estudo da descentralização” dos investimentos. “Alunos já matriculados não serão afetados. O objetivo é focar em áreas que gerem retorno imediato ao contribuinte, como: veterinária, engenharia e medicina”, escreveu. Essa pode ser uma das medidas encontradas pelo governo para “combater o marxismo cultural” nas universidades, narrativa perseguida tanto pelo presidente, quanto por Weintraub e pelo seu antecessor, Ricardo Vélez-Rodríguez.

Em uma segunda mensagem, Bolsonaro relacionou a medida como sendo uma forma de “respeitar o dinheiro do contribuinte”. “A função do governo é respeitar o dinheiro do contribuinte, ensinando para os jovens a leitura, escrita e a fazer conta e depois um ofício que gere renda para a pessoa e bem-estar para a família, que melhore a sociedade em sua volta”, escreveu.