Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Governo não fechou nenhuma porta’, diz Mourão sobre vacina russa

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta manhã de quinta, 27, que o “o governo não fechou nenhuma porta” ao ser questionado sobre a reunião que ocorre hoje entre representantes da vacina russa Sputnik V contra a covid-19 e a Anvisa. No entanto, segundo o general, a “prioridade” é para as tratativas da vacina de Oxford com o laboratório Astrazeneca. Os russos mantêm negociação adiantada com o governo estadual do Paraná, enquanto o de São Paulo, com a farmacêutica chinesa Sinovac. Caso a Anvisa dê aval para os russos, seria a quinta vacina em teste no Brasil. No entanto, a Sputnik V não tem aval da comunidade científica.

O vice-presidente Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão Foto: Adriano Machado/Reuters

Ontem, o embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov, disse que irá compartilhar os estudos iniciais do imunizante com parlamentares da Câmara.

O governador paulista João Doria escreveu no Twitter nesta manhã que “torcemos pelo sucesso de outras vacinas também, como a de Oxford. Quanto mais vacinas aprovadas tivermos, melhor”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

vacina russaHamilton Mourãoanvisa