Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Governo não tem proposta e empurra com a barriga a desoneração’

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O novo adiamento da votação aos vetos de Jair Bolsonaro à desoneração de 17 setores da economia gerou críticas. O senador Major Olímpio (PSL-SP), ex-aliado do governo, chamou a decisão de um “passa-moleque” na população. “É um passa-moleque na população e em mais de 6,5 milhões de trabalhadores dos 17 setores da economia que estão afetados”, disse. “O Governo não tem proposta e nem contra proposta, e empurra com a barriga. Lamentável “, afirmou.

O líder do PSL no Senado, Major Olimpio

O líder do PSL no Senado, Major Olimpio Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Os vetos à desoneração são o principal imbróglio atual na pauta do Congresso. A medida, que foi aprovada pelos parlamentares, prorroga os benefícios por mais um ano, garantindo que os 17 setores que mais empregam no Brasil não precisarão efetuar cortes em suas folhas de funcionários. Como as atuais regras valem até o fim de dezembro, o Parlamento tem ainda alguns meses para deliberar sobre a decisão do Palácio do Planalto.