Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo quer R$ 13 bi de estatais para fechar as contas

Equipe BR Político

O governo federal estuda pedir antecipação de dividendos de estatais, no valor de R$ 13 bilhões, para conseguir atingir a meta fiscal deste ano e não promover novos bloqueios de recursos orçamentários nos ministérios, informa o Estadão nesta quinta-feira. O dividendo é a fatia do lucro das empresas que é distribuída aos acionistas. No caso das estatais, a União é a principal ou, por vezes, única acionista.

Os principais alvos são os bancos públicos. A Caixa Econômica Federal, que tem a União como única acionista e fez várias vendas lucrativas neste ano, deve enviar metade de seu lucro para o Tesouro. O governo deve enviar ofícios a essas empresas pedindo a antecipação dos dividendos, que deverá respeitar a disponibilidade de recursos e a política de distribuição de lucro de cada uma delas. O contingenciamento de recursos neste ano já chega em R$ 34 bilhões, sem perspectiva de que possa ser revertido. Existe risco de “apagão branco” em algumas pastas a partir de setembro.